Good Contents Are Everywhere, But Here, We Deliver The Best of The Best.Please Hold on!
Your address will show here +12 34 56 78
mLearn

Os aplicativos se tornaram ferramentas essenciais na nossa vida. Contudo, criá-los requer sabedoria. Neste artigo, conheça os desafios de fazer apps mobile!


Introdução


O Brasil conta hoje com mais de 168 milhões de smartphones ativos, conforme pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). E é quase impossível imaginar a vida desses usuários sem a utilização de aplicativos.


De acordo com pesquisa realizada pela empresa Cheetah Ad Platform, o Brasil é o país com o mercado de aplicativos móveis mais competitivo do mundo, seguido dos Estados Unidos e do México. Depois de analisar dados de 52 milhões de usuários de diversos países, a pesquisa também mostrou que os brasileiros são os que mais usam aplicativos para celular (Android) no planeta. Cada brasileiro utiliza, em média, 29,23 aplicativos por mês, número acima da média global, que está em 27.




Segundo especialistas, os aplicativos já existiam há muito tempo, mas se limitavam apenas a plataformas fixas. Com o surgimento dos smartphones – em 2005 -, as possibilidades de aplicação dessas ferramentas aumentaram.


Atualmente, os aplicativos de mensagens são os que mais se destacam, devido a seu impacto significativo no mercado. O uso desses apps já resultou, inclusive, na queda da receita de SMS das operadoras de telefonia.


Depois dos aplicativos de mensagens, a categoria que mais cresceu foi a de plataformas de utilidade e produtividade, com 150% de alta. Na sequência, aparecem aplicativos de música, mídia e entretenimento (78%), estilo de vida e compras (77%), jogos (66%), esportes, saúde e fitness (49%), notícias e revistas (31%).


O relatório da App Annie aponta que os desenvolvedores receberam mais de US$ 35 bilhões vindos de lojas de aplicativos, um crescimento de 40% em relação ao ano anterior. Se analisados os lucros de lojas de terceiros para Android, o valor chega a US$ 89 bilhões.


Diante desse cenário, criar aplicativos mobile tem se mostrado como uma oportunidade de crescimento financeiro para empresas e até para pessoas comuns. Entretanto, são muitos os desafios e os cuidados necessários para fazer um app de sucesso!


Os desafios de fazer aplicativos mobile


Importantíssimos no mercado atual, os aplicativos proporcionam aos usuários o acesso à informações e serviços de forma rápida e prática. Porém, na visão de especialistas do segmento, ter uma boa ideia não é suficiente para que o aplicativo seja reconhecido no mercado. De acordo com eles, o app  deve ter como objetivo resolver um problema “muito importante” para os seus usuários.




Quem deseja trabalhar com aplicativos também deve pensar em uma série de fatores antes de investir na área. Conhecer o seu cliente, criar um produto de relevância e testar sua usabilidade são elementos essenciais para obter sucesso com um app.


Além disso, para que o aplicativo tenha demanda, é necessário – antes de tudo – que ele tenha alta qualidade. Os usuários devem amá-lo; ou seja, o app tem que ser importante e relevante para as pessoas.


O segundo ponto é ter em mãos um aplicativo com um visual atraente e simples. Ele precisa ser bonito, fácil de usar, com um ótimo design e também ser muito confiável – não travar nem acabar com os dados ou a bateria do celular.


Por fim, o aplicativo precisa ser único de alguma forma, já que atualmente existem diversas opções no mercado. Só pra você ter uma ideia: no Brasil, cerca de 58% dos aplicativos possuem menos de 1.000 usuários, e 25% dos apps são usados apenas uma vez antes de serem descartados. Portanto, o aplicativo não pode ser apenas mais um, fazendo mais do mesmo.


Como fazer um aplicativo mobile de sucesso


Criar um app que seja realmente valioso e essencial para os usuários é uma tarefa bastante desafiadora, mas não impossível. Confira o passo a passo e saiba como fazer um aplicativo mobile de sucesso!


1. Aposte no conceito do app


Como já vimos, o ponto de partida para um app de sucesso é que ele consiga resolver um problema essencial dos usuários, de forma rápida e simples. Ele tem que ser útil, senão cai no esquecimento.




Um aplicativo torna-se realmente necessário quando sua interação com o usuário exige a utilização de funções nativas do smartphone, como uso da câmera, acelerômetro ou notificações.


Além disso, é importante testar a viabilidade e o alcance da sua ideia. Portanto, converse sobre o conceito do app com as pessoas – de preferência aquelas que fazem parte do seu público-alvo.


2. Desempenho é essencial

De nada adianta ter um app com excelente conceito se, na prática, ele não funciona. Por isso, é essencial desenvolver um aplicativo que não acaba com a bateria do celular, que não trava a todo momento e que tenha bom desempenho até em dispositivos com pouca memória – já que essa é a realidade de muitos aparelhos brasileiros.


Também é importante desenvolver o app tanto para Android quanto para IOS, que são os sistemas operacionais que dominam o mercado nacional.

3. Promova engajamento


Quando falamos de apps mobile, um dos maiores desafios é fazer com que as pessoas não só baixem, mas também continuem usando o aplicativo. Logo, promover o engajamento dos usuários é regra básica!




O engajamento é a relação ou comportamento que o usuário desenvolve com o aplicativo. Esse conceito inclui diversos parâmetros, que variam de acordo com o próprio perfil do app. Frequência de uso, tempo por sessão e interações são alguns exemplos.


Investir no listing (as informações sobre o app nas lojas de aplicativos), utilizar bem as notificações e oferecer amostras de uso são algumas dicas para aumentar a taxa de engajamento no aplicativo!

4. Cuide do layout


Para ter sucesso com os usuários, um app deve apresentar um layout simples, bonito e intuitivo. Aqui, vale a regra de que “menos é mais”.


  • Atenção para os ícones dentro do aplicativo! Eles devem facilitar o entendimento do usuário, indicando as ações que ele deve seguir e as funções e recursos que o app apresenta.
  • Tenha cuidado com a escolha das cores.  
  • Dê destaque para os botões de ação.
  • Fique atento ao número de cliques necessários para uma ação dentro do app. Muitos cliques podem cansar e confundir o usuário.
  • Invista em padrões de interação que os usuários já conhecem, como arrastar, rolar, selecionar e clicar.



5. Divulgue o aplicativo

Um aplicativo que não é divulgado não será conhecido. Portanto, invista na divulgação do seu app entre amigos e conhecidos, nas redes sociais – testando horários e dias diferentes -, e claro, entre os clientes potenciais.

6. Aprimore sempre o app


Para se manter útil e atual, é essencial que o aplicativo ofereça novos recursos e atualizações frequentes. Ele deve ser aprimorado sempre, de modo a oferecer a melhor experiência de uso possível!


Dicas para aumentar a visibilidade do aplicativo


A maioria dos aplicativos de sucesso são gratuitos. Por isso, busque uma forma de obter retorno financeiro, como patrocinadores que se interessam pela sua marca e pelo público alvo a ser atingido.


Deixe claro os serviços que app proporciona. As descrições e apresentações do app devem ser condizentes com os recursos e facilidades que ele oferece!


Entregue um produto de valor, que tenha utilidade no dia-a-dia do usuário e que, por esse motivo, seja utilizado regularmente. Um aplicativo que só é usado uma ou duas vezes logo será esquecido.




Crie um aplicativo confortável e de fácil manuseio para o usuário. As funções devem ser intuitivas, porque as pessoas não têm paciência ou tempo para tentar entender um aplicativo complexo. Nesse ponto, é importante contar com um programador e um designer experientes no assunto!


Por fim, colha sempre o feedback dos usuários e implemente melhorias que se adaptam às críticas e necessidades deles.


Conclusão


O primeiro passo para ter um aplicativo de sucesso, que atraia e fidelize milhões de usuários, é ter uma boa ideia. A partir disso, é fundamental seguir estratégias para satisfazer os usuários durante a experiência de uso do app.


Quando o aplicativo é útil, bonito e fácil de usar, as pessoas continuam retornando a ele, e se tornam usuários ativos. Você saberá que tem um ótimo produto quando os usuários começarem a recomendá-lo a amigos e conhecidos!


Mas, para que tudo isso aconteça, é essencial conhecer bem o seu público em termos comportamentais, sociais, de personalidade e de interesses. Investigue questões como: Que tipo de pessoas são? Quais suas expectativas? Como se comportam nas atividades diárias em que seu aplicativo estará envolvido?


Por meio dessas informações, você será capaz de criar e entender as suas personas, e isso certamente fará toda a diferença para o sucesso do seu aplicativo!

0