Consulte agora!

13 de maio de 2019

Qual a diferença entre e-learning e mobile learning?

Já faz tempo que o processo de aprendizado deixou de se basear apenas nos modelos tradicionais, e passou a conquistar a mobilidade. O conceito de Ensino a Distância (EAD) busca através da educação não presencial e tradicional, a propagação do ensino e da aprendizagem.

Com o surgimento da tecnologia, computadores e conexão virtual, novas modalidades de ensino a distância foram formadas e consagradas mundialmente, como o e-learning e o mobile learning, ou m-learning.

Esses modelos de ensino a distância estão cada vez mais presentes no dia a dia de aprendizado de alunos e empresas, seja por cursos, treinamentos ou formação. Mas será que você sabe a diferença entre esses dois modelos? O modelo adequado para o seu estilo de vida ou da sua empresa?

O artigo a seguir vai discutir os fundamentos e conceitos do e-learning e mobile learning, demonstrando seus pontos e divergências, buscando elucidar a melhor técnica de ensino para você. Seguem abaixo os pontos que serão trabalhados:

  • O que é e-learning?
  • O que é mobile learning?
  • Como escolher entre e-learning e mobile learning?

O que é e-learning?

O termo e-learning tem origem do termo inglês “electronic learning”, em português, aprendizado eletrônico. Esta é uma modalidade de ensino a distância que utiliza de recursos do computador para o acesso à informação e aprendizagem.

A proposta do modelo e-learning é buscar a disponibilização da informação através do ambiente virtual, em que o aluno possui acesso contínuo a qualquer hora e em qualquer lugar. Além disso, a tecnologia permite o contato não presencial entre o aluno e professor.

De acordo com estudos de Institute of Management and Administration Survey, empresas economizam entre 50% a 70% ao substituírem os treinamentos presenciais pelo modelo e-learning.

O e-learning proporciona a democratização do ensino, além de diminuir os custos, já que o aluno pode escolher quando estudar e onde estudar, sem gastos com transporte, estadia ou material.

A metodologia e-learning pode ser oferecida através de duas tecnologias:

  • Síncrona – proporciona a comunicação e o acesso à informação a distância, mas necessita da sincronização de tempo entre aluno e professor. Isto é, tanto o aluno quanto o professor precisam coincidir no horário de estudo presente. O uso de videoconferências, chat e NetMeeting são alguns exemplos desse modelo.
  • Assíncrona – também proporciona a comunicação e o acesso à informação a distância, mas não há necessidade da sincronização de tempo entre aluno e professor. Logo, aluno e professor podem estar presentes em tempos diferentes para o ensino à distância. Fóruns de discussão, transferência de arquivo, vídeo aulas e troca de e-mails são alguns dos exemplos do modelo assíncrono de ensino e-learning.

O que é o mobile learning?

Com o surgimento dos dispositivos móveis, como celulares e tablets, criou-se uma nova oportunidade de acesso aos conteúdos na palma da mão.

Hoje em dia, percebe-se a queda nas vendas e no uso de computadores, substituídos pelos smartphones e tablets. Quem antes comprava computadores para o uso de entretenimento, hoje migrou para a compra de celulares, que podem ser mais baratos, versáteis e atendem diversos gostos e formatos.

Diferente do e-learning, o mobile learning permite realizar atividades mais curtas e interativas, visto que existem diversas distrações a todo o momento nos aparelhos, como mensagens, jogos, redes sociais, etc. Logo, é possível otimizar o tempo de aprendizagem.

Através da possibilidade de acessar conteúdos da maneira que desejar, as pessoas treinam e aprendem no trânsito, no horário do almoço, dentro do ônibus, etc. As oportunidades são infinitas, já que o celular está presente em todos os momentos.

Como escolher entre e-learning e mobile learning?

Agora que você já sabe as diferenças, vantagens e desvantagens dos formatos, é possível analisar qual será mais vantajoso para o seu modelo de ensino. Para melhorar ainda mais o seu processo de escolha, selecionamos alguns exemplos e opções de uso dos recursos.

Por demandar o uso de dispositivos fixos, como o computador, o método e-learning é mais acessível para empresas com espaço disponível para que os funcionários tenham a oportunidade de executar os cursos e treinamentos antes, durante e depois do expediente. Além disso, o e-learning possui a plataforma LMS (Learning Management System ou Sistema de gestão de aprendizagem), o que comporta diversos conteúdos e formatos simultâneos, com a maior capacidade de tamanho e complexidade. Enquanto

o mobile learning oferece conteúdos curtos e versáteis, o e-learning pode ter vídeos de até 10 minutos, textos, áudios e fotos.

Portanto, esse tipo de metodologia de ensino é indicado para empresas que detenham um grande número de funcionários para o treinamento, visto que, quanto maior o número de colaboradores para o treinamento, menor será o investimento. Ele também é viável para ensinos complexos, com alta demanda de leitura e conhecimento técnico.

Já o formato de ensino mobile learning, proporciona conteúdo de treinamento para os dispositivos portáteis de forma rápida e curta, “just in time”. Logo, essa metodologia é indicada para colaboradores que não dispõem de acesso a computadores e com pouco tempo livre para a realização das aulas de treinamento. O formato mobile learning rompe a metodologia de aprendizagem centrada no professor, e passa a ser centrada no aluno, de forma prática, personalizada e ativa.
P

Related Post

Rua Paraíba, 330 - 18º andar - Sala 1810
Cep: 30130-917 - Funcionários, Belo Horizonte - MG

+55 31 3303 1299
contato@mlearn.com.br