22 de abril de 2019

O Ensino a Distância no Brasil: dados, tendências e contexto

Cada vez mais os modelos de educação têm se adaptado a era digital. Um reflexo disso é a ascensão do modelo de ensino a distância. Muito procurada, especialmente por pessoas que não possuem tempo para frequentar salas de aula em horários convencionais, ou até pelo custo financeiro demandado, esse modelo de ensino tem se tornado uma alternativa concreta de aprendizado.

Com horários flexíveis e a disponibilidade de poder estudar em qualquer lugar com acesso à internet, a modalidade possibilita a oportunidade de tornar a aprendizagem acessível, transformando a vida de pessoas profissionalmente e pessoalmente.

Seja pela sua comodidade, economia, flexibilidade ou praticidade de recolocação no ambiente profissional, não dá para negar que o ensino a distância veio para adaptar o modelo de educação a era digital, tornando-se uma grande tendência do segmento.

O artigo a seguir irá abordar o contexto de ascensão do ensino a distância no Brasil, apontando dados e estudos feitos no setor nacional. Além disso, busca elucidar as razões para a acrescente aceitação do modelo e sua repercussão.

Seguem abaixo os temas que serão trabalhados:

  • A educação à distância
  • A ascensão do ensino a distância
  • O aumento de matrículas
  • Ampliação de oferta
  • Motivos de crescimento

A educação a distância

O ensino a distância é uma modalidade que utiliza ferramentas e recursos tecnológicos de forma a gerar flexibilidade e direcionamento ao processo de aprendizagem.

De forma geral, o ensino a distância é caracterizado por uma modelo baseado na interatividade, inovação e dinamismo na transmissão de conteúdo, revolucionando a forma como as pessoas consomem informação e adquirem novas habilidades e capacidades.

Para que o processo de ensino a distância ocorra de maneira correta e eficaz, é necessária que o aluno possua acesso à rede de internet e a um sistema de gestão e planejamento de aprendizagem.

Com um grande número de adeptos e que ainda cresce cada vez mais, a educação a distância é hoje uma alternativa real de modelo de aprendizagem em todo o Brasil, muito buscada pelas suas diversas vantagens e benefícios, seja por economia de tempo e dinheiro, flexibilidade, comodidade, entre outros.

A ascensão do ensino a distância

De acordo com a pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), o crescimento do interesse pelo ensino a distância tem crescido em ritmo acelerado. Segundo a pesquisa, 44% dos entrevistados afirmaram interesse no curso superior de EAD, enquanto 56% preferiram o ensino tradicional presencial.

Embora a pesquisa demonstre ainda um maior número de pessoas que optaram por aulas presenciais, o número de pessoas com interesse no modelo a distância teve crescimento significativo se comparado aos anos anteriores.

Ainda segundo a ABMES, se o crescimento continuar neste ritmo, espera-se que o ensino a distância tenha ainda mais alunos que as modalidades tradicionais de ensino presencial até 2023.

Aumento de matrículas

De acordo com dados do Censo da Educação Superior realizado no ano de 2016 pelo Ministério da Educação, o número de matrículas de alunos em aulas de ensino a distância atingiu a marca de aproximadamente 1,5 milhão em território nacional. Logo, dos 8 milhões de estudantes de nível universitário, 18,6% desses matricularam-se em aulas a distância.

Logo, segundo previsão do Ministério da Educação, estima-se que em cinco anos a quantidade de alunos matriculados em aulas de ensino a distância corresponda à metade de matrículas de nível superior no Brasil.

Ampliação de oferta EAD

A Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed) divulgou em seu censo o aumento da oferta de cursos online por instituições em 22%. De acordo com a análise do censo, das instituições educacionais que atuam no setor de EAD, 68% possuem identidade privada.

As mudanças realizadas pelo MEC na legislação atuam como justificativa desse aumento, visto que as regras para o credenciamento de novas instituições na modalidade foram modificadas.

Através da mudança na legislação, diplomas de conclusão de cursos EAD passaram a ser credenciados pelo Ministério da Educação, e a apresentar o mesmo valor e peso dos diplomas obtidos através de cursos tradicionais presenciais, o que despertou ainda mais o interesse de instituições e alunos na oferta da modalidade de ensino a distância.

Related Post

8 de abril de 2019

O Ensino a Distância no Brasil: dados, tendências e contexto

Cada vez mais os modelos de educação têm se adaptado a era digital. Um reflexo disso é a ascensão do modelo de ensino a distância. Muito procurada, especialmente por pessoas que não possuem tempo para frequentar salas de aula em horários convencionais, ou até pelo custo financeiro demandado, esse modelo de ensino tem se tornado uma alternativa concreta de aprendizado.

Com horários flexíveis e a disponibilidade de poder estudar em qualquer lugar com acesso à internet, a modalidade possibilita a oportunidade de tornar a aprendizagem acessível, transformando a vida de pessoas profissionalmente e pessoalmente.

Seja pela sua comodidade, economia, flexibilidade ou praticidade de recolocação no ambiente profissional, não dá para negar que o ensino a distância veio para adaptar o modelo de educação a era digital, tornando-se uma grande tendência do segmento.

O artigo a seguir irá abordar o contexto de ascensão do ensino a distância no Brasil, apontando dados e estudos feitos no setor nacional. Além disso, busca elucidar as razões para a acrescente aceitação do modelo e sua repercussão.

Seguem abaixo os temas que serão trabalhados:

  • A educação à distância
  • A ascensão do ensino a distância
  • O aumento de matrículas
  • Ampliação de oferta
  • Motivos de crescimento

A educação a distância

O ensino a distância é uma modalidade que utiliza ferramentas e recursos tecnológicos de forma a gerar flexibilidade e direcionamento ao processo de aprendizagem.

De forma geral, o ensino a distância é caracterizado por uma modelo baseado na interatividade, inovação e dinamismo na transmissão de conteúdo, revolucionando a forma como as pessoas consomem informação e adquirem novas habilidades e capacidades.

Para que o processo de ensino a distância ocorra de maneira correta e eficaz, é necessária que o aluno possua acesso à rede de internet e a um sistema de gestão e planejamento de aprendizagem.

Com um grande número de adeptos e que ainda cresce cada vez mais, a educação a distância é hoje uma alternativa real de modelo de aprendizagem em todo o Brasil, muito buscada pelas suas diversas vantagens e benefícios, seja por economia de tempo e dinheiro, flexibilidade, comodidade, entre outros.

A ascensão do ensino a distância

De acordo com a pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), o crescimento do interesse pelo ensino a distância tem crescido em ritmo acelerado. Segundo a pesquisa, 44% dos entrevistados afirmaram interesse no curso superior de EAD, enquanto 56% preferiram o ensino tradicional presencial.

Embora a pesquisa demonstre ainda um maior número de pessoas que optaram por aulas presenciais, o número de pessoas com interesse no modelo a distância teve crescimento significativo se comparado aos anos anteriores.

Ainda segundo a ABMES, se o crescimento continuar neste ritmo, espera-se que o ensino a distância tenha ainda mais alunos que as modalidades tradicionais de ensino presencial até 2023.

Aumento de matrículas

De acordo com dados do Censo da Educação Superior realizado no ano de 2016 pelo Ministério da Educação, o número de matrículas de alunos em aulas de ensino a distância atingiu a marca de aproximadamente 1,5 milhão em território nacional. Logo, dos 8 milhões de estudantes de nível universitário, 18,6% desses matricularam-se em aulas a distância.

Logo, segundo previsão do Ministério da Educação, estima-se que em cinco anos a quantidade de alunos matriculados em aulas de ensino a distância corresponda à metade de matrículas de nível superior no Brasil.

Ampliação de oferta EAD

A Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed) divulgou em seu censo o aumento da oferta de cursos online por instituições em 22%. De acordo com a análise do censo, das instituições educacionais que atuam no setor de EAD, 68% possuem identidade privada.

As mudanças realizadas pelo MEC na legislação atuam como justificativa desse aumento, visto que as regras para o credenciamento de novas instituições na modalidade foram modificadas.

Através da mudança na legislação, diplomas de conclusão de cursos EAD passaram a ser credenciados pelo Ministério da Educação, e a apresentar o mesmo valor e peso dos diplomas obtidos através de cursos tradicionais presenciais, o que despertou ainda mais o interesse de instituições e alunos na oferta da modalidade de ensino a distância.

Related Post

Rua Paraíba, 330 - 18º andar - Sala 1810
Cep: 30130-917 - Funcionários, Belo Horizonte - MG

+55 31 3303 1299
contato@mlearn.com.br