28 de setembro de 2018

Benefícios: quais são obrigatórios e porque oferecer opcionais?

Dentro das empresas os benefícios se dividem entre obrigatórios e opcionais. Os obrigatórios geralmente incluem as férias remuneradas, décimo terceiro, vale transporte. Já os opcionais mais utilizados dentro das organizações costumam ser: vale refeição e assistência médica.

A empresa pode oferecer diversos outros benefícios como o vale educação, bolsas de estudo, entre outros. Isso depende da política e cultura de cada organização. As férias remuneradas podem ser tiradas pelo trabalhador depois de um ano com carteira assinada, por um período de 30 dias. O funcionário deve receber o salário adiantado do mês em que irá tirar férias e mais 30% desse valor. O vale transporte também é obrigatório, já que os colaboradores não podem gastar mais do que 6% do salário com o transporte de sua moradia até o local de trabalho, a empresa deve cobrir esses gastos.

Abaixo, seguem os tópicos que serão desenvolvidos:

o O que são benefícios empresariais?

o Diferença entre benefícios

o Entenda como efetivar benefícios em empresas

O que são benefícios empresariais?

Os benefícios empresariais são aqueles que a empresa proporciona aos seus colaboradores. Alguns são obrigatórios por lei e outros opcionais. Segundo pesquisas, esses benefícios empresariais são de extrema importância tanto para atrair como manter reter talentos, já que quanto mais valorizado o colaborador se sentir, mais satisfeito com a empresa ele ficará e se dedicará, mantendo sempre um bom engajamento no trabalho.

Estar atento aos benefícios mais valorizados por seus colaboradores e proporcionar isso a eles é uma ferramenta estratégica para obter resultados positivos na gestão de pessoas. Escutar o que a equipe tem a dizer, consequentemente faz a empresa crescer.

Quando um funcionário recebe participação nos lucros ou uma bonificação por seu desempenho, ele se sente valorizado e reconhecido pela empresa.  Os benefícios corporativos devem ser vistos como um investimento e não como uma despesa pelas organizações. A dica é procurar pelos que se encaixam no orçamento e perfil da empresa.

Diferença entre benefícios

É muito comum ter dúvidas sobre quais benefícios são obrigatórios e os que são opcionais. Vamos lhe ajudar a entender melhor as diferenças e qual se enquadra melhor na sua empresa.

Os benefícios obrigatórios são: vale transporte, férias remuneradas, décimo terceiro salário, fundo de garantia por tempo de serviço (FGTS) e adicional noturno.

Os funcionários não podem ter um gasto maior do que 6% de seu salário com as despesas de transporte no trajeto de casa até o trabalho e o retorno até a sua casa. Assim a empresa desconta esse valor do salário dos funcionários e cobre o restante da despesa.

Ao completar um ano com a carteira assinada, o colaborador poderá sair de férias por 30 dias corridos, tendo o direito de receber o salário referente à esse mês de férias e mais 30%.

Existe também o décimo terceiro salário, no qual o funcionário recebe um salário adicional anualmente, muitos o chamam de “gratificação natalina”.

O fundo de garantia por tempo de serviço (FGTS), equivale à 8% do total da remuneração recebida pelo colaborador e esse valor é depositado em uma conta bancária vinculada. O trabalhador só terá acesso a ele caso seja demitido, em condições previstas por lei ou se for comprar um imóvel.

O adicional noturno é o extra para funcionários que trabalham entre 22h e 5h da manhã, já para os trabalhadores rurais, esse horário pode variar entre 20h e 4h da manhã.

Há uma gama benefícios opcionais, sendo os principais: vale-alimentação, assistência médica, plano odontológico, auxílio-creche e bolsa de estudos.

O vale alimentação só é obrigatório para empresas com mais de 300 colaboradores, que devem ter um espaço dedicado para que os funcionários façam essa refeição.

Quando a empresa proporciona um plano de saúde, pode ocorrer de um valor ser descontado do seu salário, mas com certeza será bem menor do que se contratasse um plano particular. O plano odontológico funciona de maneira parecida com o de assistência médica, mas com a possibilidade de fazer tratamentos dentários.

Há empresas que oferecem bolsas de estudos parciais ou totais para que os colaboradores se especializem. Esse apoio pode ser bem relevante para a organização pelo fato de investir no desenvolvimento dos funcionários que podem contribuir para o crescimento da companhia. Já o auxílio-creche é um direito de todas as mulheres que trabalham em empresas com mais de 30 funcionários, sendo opcional para as organizações menores.

Entenda como efetivar benefícios em empresas

O pontapé inicial para efetivar benefícios em sua empresa é avaliar o perfil de seus funcionários para compreender de qual maneira eles ficam motivados e o que os atrai. É comum o comportamento e as preferências variarem de acordo com a cultura organizacional e o nicho da empresa.

Compreenda os desejos da sua equipe para montar um plano de benefícios atrativo. Considere os diversos tipos de benefícios que podem fazer toda a diferença no seu ambiente de trabalho.

Após decidir quais se encaixam no perfil da sua organização, estabeleça contatos para orçar convênios e parcerias. Quanto mais você pesquisar e consultar pessoas, mais chances de encontrar opções com qualidade e preço atrativo.

Related Post

Av. dos Bandeirantes, 330
Sion, Belo Horizonte - MG

+55 31 3303 1299
contato@mlearn.com.br