2 de novembro de 2018

Benefícios corporativos: o investimento vale a pena

É comum as empresas ficarem receosas de investir em benefícios corporativos além dos previstos por lei, isso pelo fato de ser uma verba considerada extra. Mas é preciso perceber que valorizar e proporcionar recompensas para o colaborador, ajuda a gestão de pessoas a aumentar a produtividade da equipe, a atrair e reter talentos.

Propor uma política de benefícios bem estruturada e de maneira certa pode gerar ótimos resultados, sobrepondo o investimento extra para essa implementação. As vantagens irão refletir tanto para a melhoria na qualidade de vida dos funcionários como para a empresa, com o aumento da produtividade e melhor ambiente de trabalho.

Antes de incorporar novos benefícios, é preciso refletir sobre o perfil da organização e da equipe, levando em consideração a cultura e a política da empresa. Todos esses pontos vão influenciar diretamente na política de benefícios.

Abaixo, seguem os tópicos que serão desenvolvidos:

o Por que investir em benefícios?

o Benefícios corporativos mais desejados

o Viabilidade financeira

Por que investir em benefícios?

As vantagens de investir nos benefícios corporativos geram consequências tanto para a empresa como para os seus funcionários. Um ponto que devemos destacar são as questões de regularidade fiscal, com a escolha correta, você poderá descontar o que pagou da base de cálculo, reduzindo assim os impostos.

Outro ponto que devemos destacar é o sentimento de valorização dos colaboradores quando a empresa proporciona benefícios especiais, que vão além do que está previsto na legislação. Essa satisfação e sentimento de pertencimento impactam diretamente na produtividade, motivação e engajamento da equipe.

Entenda as exigências da sua organização, veja qual é o padrão de atuação de sua empresa e as necessidades de seus funcionários. Se ela é uma multinacional, é interessante uma boa política de viagens, e se for uma empresa de comunicação, precisará de horários flexíveis e bons programas de mídias sociais, por exemplo.

Busque as melhores oportunidades no mercado, há uma gama de empresas especializadas em políticas de benefícios, então identificar o que mais lhe convém, é fundamental.

Não deixe de analisar valor, suporte e a qualidade desses serviços, além de propor parcerias. Opte por empresas que ofereçam condições interessantes e que apresentem o que prometem.

Benefícios corporativos mais desejados

Há uma série de benefícios extras que estão no topo da lista dos funcionários, entre eles temos a assistência médica, horários flexíveis e a participação nos lucros da empresa.

Para as novas gerações, os benefícios corporativos estão no mesmo patamar de importância do salário. E essa tendência não pode ser deixada de lado pelas organizações, já que a geração millenia está dominando o mercado de trabalho. As pessoas da geração Y querem diferenciais que façam a sua jornada de trabalho mais confortável.

Por buscarem praticidade e qualidade de vida em sua rotina, benefícios que têm sido implementados nas organizações são convênios com academias. Opções de home office e flexibilidade com os horários de trabalho também são outros atrativos.

Seguindo o perfil da sua empresa, serviços relacionados aos cuidados com a saúde e bem-estar serão muito bem vistos por seus funcionários. Como exemplos temos: massagem, cabeleireiro e manicure.

Hoje investir na qualificação da equipe é um dos benefícios mais queridinhos nas empresas, já que muitos colaboradores talvez não tenham condições de investir tempo e dinheiro em cursos para melhorarem a sua atuação na área que trabalham. Uma das opções é fazer parcerias com instituições que ofereçam descontos e opções de curso mobile.

Fazer uma pesquisa com a sua equipe dará mais consistência em escolher os benefícios que se encaixam nas necessidades e desejos dos seus funcionários. Abra um espaço para que eles possam fazer sugestões, tirar dúvidas, isso vai facilitar a visão do RH sobre a demanda da empresa, elaborando um conjunto de benefícios de acordo com o perfil dos colaboradores.

Viabilidade financeira

Levante os benefícios que podem ser oferecidos a sua equipe, não deixe de analisar a viabilidade financeira dessa implementação. Adeque o que pode ser oferecido e o que se encaixa no orçamento disponível, sendo realista para não gerar prejuízos.

RH e setor financeiro devem atuar lado a lado para que os resultados sejam os melhores possíveis. Além do fator econômico, outros pontos de vista devem ser viabilizados como a forma que os benefícios serão oferecidos. Há empresas que optam por colocar os benefícios em cartões e outras que pagam em dinheiro. Ainda há opções como o pagamento parcial de alguns benefícios, como planos odontológicos e médicos, onde o funcionário paga uma parte pela folha de pagamento e a organização outra.

Boa parte da rotina do RH exige diversos aspectos burocráticos, como é a implementação de novos benefícios, em que os detalhes devem ser considerados. Depois do planejamento, é preciso divulgar as diretrizes dos benefícios para os funcionários.

Por mais que possa ser um investimento considerável, a política de benefícios traz diversas vantagens para colaboradores e empresa.

 

Related Post

Av. dos Bandeirantes, 330
Sion, Belo Horizonte - MG

+55 31 3303 1299
contato@mlearn.com.br